Meus favoritos ( 0 )

Publicidade

A tradição de casas de banho na Alemanha
Sociedade

A tradição de casas de banho na Alemanha

Batatolandia Batatolandia Admin
5 de outubro de 2020
67
0

Imagem: Bäderland, Hamburg

A Alemanha é muito admirada por sua arquitetura histórica, museus de classe mundial e excelentes cervejas. Mas há um aspecto da cultura alemã que poucos conhecem e/ou experimentam: a tradição de saunas e casas de banho. Muitas vezes alojados em belos edifícios da era art nouveau ou anterior, essas instalações públicas são o lugar perfeito para relaxar e, ao mesmo tempo, compartilhar uma tradição saudável com os locais.

A história da cultura de casas de banho na Alemanha

a-cultura-de-casas-de-banho-na-alemanha Créditos: Unsplash

A chave para compreender a tradição de casas de banho na Alemanha é entender a relação relaxada que os alemães têm com a nudez, especialmente quando associada à saúde. Essa atitude de mente aberta em relação ao corpo nu começou no século 19, quando os banhos turcos de estilo escandinavo se tornaram populares; mais tarde, no final do século 20, a nudez tornou-se amplamente aceita nas praias, nos parques da cidade e nas trilhas de floresta. Nos últimos anos, houve um declínio da nudez nesses ambientes externos, porém ela permaneceu como padrão nas casas de banho.

Cada casa de banho, geralmente traz a palavra alemã “bad” (banho) em seu nome e possui uma área de vestiário em volta de uma piscina. Muito semelhante a qualquer clube municipal. Em uma área separada, acessível após pagar uma taxa adicional, existem spas com saunas e piscinas aquecidas. Esta área “VIP” é uma zona nudista e de gêneros mistos - não há separação entre homens e mulheres como haveria, por exemplo, no Brasil. 

Por incrível que isso soa, para nós brasileiros, essa nudez alemã abundante pode ser ofensiva e leva um minuto para se acostumar. Na verdade,  não há nada de erótico na coisa toda, e em pouco tempo você estará aceitando a situação, nu(a) na sauna com o resto dos banhistas.

Casas de banho em Munique

a-cultura-de-casas-de-banho-na-alemanhaCréditos: Pixabay

Munique, a capital da Baviera, é o epicentro da indiferença alemã em relação à nudez, com o Englischer Garten sendo um ponto de encontro preferido dos nudistas nos meses mais quentes.

Não muito longe do Englischer Garten,  está a magnífica Müller’sche Volksbad. Construída em 1901 em sinuosas linhas art nouveau, esta casa de banhos foi doada à cidade pelo engenheiro Karl Müller com a condição de que acolhessem os pobres. Localizada às margens do rio Isar, é uma bela peça arquitetônica que foi cuidadosamente preservada em todo o seu glorioso estilo original.

Seu hall de entrada é decorado com pilares de mármore e luminárias ornamentadas.  Quando se abrem, as portas decoradas com caligrafia romana prometem momentos de verdadeira descontração nos Schwimmhallen (salões de natação) e no Römisch-Irisches Schwitzbad (banho de suor romano-irlandês).

O relaxamento continua na zona de spa, onde você pode se despir em cabines individuais separadas por painéis de madeira e vidro. Em seguida, é hora de explorar as várias saunas, piscinas frias e quentes e uma sala com bancos de pedra onde um jato de vapor emana do centro. Há uma área de descanso no andar de cima com espreguiçadeiras para escapar do calor.

Casas de banho em Colônia

a-cultura-de-casas-de-banho-na-alemanha Créditos: Neptunbad.de

Uma das casas de banho mais bonitas da Alemanha está localizada em Colônia. Nem é de se estranhar, pois a cidade já foi governada pelos romanos. Inaugurado em 1912, o Neptunbad é uma estrutura encantadora em estilo art nouveau decorada com azulejos e mosaicos.

De um lado funciona uma academia, onde você pode levantar pesos sob os arcos do edifício. No lado oposto, fica o spa imperial. Suas saunas à vapor e piscinas inspiradas na arquitetura romana são pouco iluminadas e muito relaxantes. O destaque é com certeza o “Kaiserbad”  (banho do imperador) - uma piscina circular onde você pode flutuar ao som de  música clássica.

A área externa é bem contrastante: construída em estilo asiático, com várias saunas e piscinas internas e externas, terraços e um jardim zen. Cada sauna é ajustada  numa temperatura diferente e perfumada com um aroma distinto, então não falta variedade.

O que é mais curioso, é que esta área é ao ar livre e em plena linha de visão das residências ao lado. Mas isso é a Alemanha - não há nada de errado em ficar nu se o contexto for saudável.

Casas de banho em Hamburgo

a-cultura-de-casas-de-banho-na-alemanha Créditos: Baederland.de

O termas mais expressivo da cidade portuária de Hamburgo é o Kaifu-Bad, inaugurado em 1895 com uma fachada neoclássica memorável.

Uma de suas características mais impressionantes é uma enorme piscina de flutuação, rodeada por pilares e iluminada pela luz natural das janelas góticas e clarabóias. Aqui é possível curtir a música que toca embaixo d'água, enquanto você boia na água morna.

Em seguida, vá para a área de spa, para desfrutar de uma variedade de instalações de wellness: uma sala de eucalipto, uma sauna com luzes coloridas e uma grande sauna de estilo finlandês. 

Casas de banho em outras cidades

a-cultura-de-casas-de-banho-na-alemanha Créditos: Baederland.de

A cultura alemã de casa de banho está presente em todo o país, geralmente em instalações históricas que contribuem ainda mais para o clima exótico.

Em Berlim, não deixe de conferir o Stadtbad Neukölln, uma beleza arquitetônica de 1914 que cintila com mosaicos, afrescos, bicas de latão e mármore. 

Já o orgulho da cidade de Wiesbaden é o impressionante Kaiser-Friedrich-Therme, construído em 1913 no local de um banho de vapor da era romana. Suas saunas e piscinas são alimentadas por água aquecida naturalmente. Em Darmstadt, o complexo de spa e natação, Jugendstilbad, oferece várias saunas seca e à vapor, junto com piscinas cobertas e uma piscina ao ar livre que funciona durante todo o ano.

E, claro, não podemos esquecer de Baden-Baden no sudoeste da Alemanha. Uma cidade cujo nome enfatiza sua ligação histórica com a cultura das casas de banho. Dê um mergulho no Friedrichsbad, uma instalação palaciana de 1877 repleta de estátuas em mármore e mosaicos, e surpreenda-se com a tradição alemã de combinar o simples ato de tomar banho com beleza arquitetônica.

A verdade nua e crua sobre trabalhar na Alemanha
Ranking: as melhores empresas da Alemanha 2020
Batatolandia Admin
Batatolandia Admin
Autor
Este site começou em uma manhã ensolarada, lá em 2008, com o intuito de compartilhar experiências com outras pessoas que talvez, estivessem passando pelo mesmo labirinto de adaptação, característico a tamanha mudança cultural.

Comentários

Cadastro