Meus favoritos ( 0 )

Publicidade

Aprender alemão em Braunschweig
Estudo & Carreira

Aprender alemão em Braunschweig

Celso Celso Fernandes
15 de janeiro de 2008
1

Por que aprender alemão?

Talvez o maior desafio para quem planeja vir para a Alemanha seja o idioma. Alemão não é exatamente fácil, pelo menos não para nós brasileiros e é o passo número um para uma boa adaptação. É preciso estar ciente de que o domínio do idioma é essencial para a integração, que por sua vez é necessária para a adaptação.

Eu saí do Brasil com a ilusão de que todo alemão falava inglês e com a certeza de que me faria ser entendido no dia-a-dia usando o meu inglês aperfeiçoado com 6 anos de estadia em solo americano e escolas internacionais. Infelizmente, não foi bem assim que a banda tocou, porém fui salvo pelos 19 meses de aula particular de alemão que havia feito antes de deixar o Rio.

É preciso encarar a situação da seguinte forma: Todo alemão aprendeu inglês na escola e tem o mesmo receio de "pagar um mico" em inglês, que você tem em alemão, e portanto deixa você a vontade para começar. A final de contas, estamos na terra deles.

A boa notícia é que aprender alemão não é impossível e, quando levado a sério, pode até nem ser tão difícil assim, especialmente se você já aprendeu um idioma estrangeiro antes. O melhor de tudo é que existem motivos, até demais, para investir tempo e dinheiro no estudo do idioma. Aqui estão alguns:

  • Alemão é o idioma mais falado da Europa.
  • A Alemanha é a terceira maior economia do mundo e a maior exportadora do planeta.
  • Aprender alemão cria oportunidades de emprego e negócios.
  • Os alemães são os maiores gastadores de dólares turísticos do mundo.
  • Um em cada dez livros no mundo foi publicado em alemão.
  • A Alemanha financia mais de 60,00 bolsas acadêmicas por ano.
  • Países de língua alemã têm uma rica herança cultural.

A segunda boa notícia é que Braunschweig favorece o aprendizado de alemão. Aqui funcionam dezenas de cursos que podem ser frequentados num regime intensivo ou de apenas um par de horas na semana. O fato da região falar o Hochdeutsch (alemão padrão e livre de dialeto) também favorece o entendimento assim como o aprendizado das regras gramaticais.

Como aprender alemão?

Como disse antes, existe uma infinidade de cursos disponíveis na cidade a um preço médio de 2 € por hora de aula. No caso dos cursos intensivos (20 horas semanais), cada módulo tem uma duração de aproximadamente 2 meses e um custo total em torno de 450 a 500 € - material incluso. Já nos cursos não intensivos cada módulo pode durar até 6 meses com um custo entre 90 a 250 € - material incluso. A escolha do curso certo depende, é claro, de você. É preciso avaliar a sua disponibilidade de tempo e de dinheiro. Os cursos intensivos geralmente ocupam toda a parte da manhã ou da tarde e são relativamente caros, porém é a opção certa para quem precisa dominar rápido o idioma. Em geral os alunos totalmente iniciantes começam no Grundstufe 1 e estudam 6 meses até atingir o Grundstufe 3.

Após a conclusão destes três níveis iniciais, é possível fazer uma prova (Zertifikat Deutsch) que já serve como prova do domínio do idioma para fins de trabalho. Quem possui permissão de estadia na Alemanha para mais de 12 meses, pode ainda ter esses três primeiros níveis financiados pelo governo como curso de integração (Integrationskurs). Quem deseja estudar em uma universidade alemã precisa, contudo, concluir os níveis intermediários (Mittelstufe) após o Grundstufe 3.

Em geral são dois níveis com duração de 2 meses cada. Após o Mittelstufe 2 é possível encarar a prova (DSH ou TestDAF) que é requisito para estrangeiros que pretendem cursar uma universidade aqui. No total são 5 níveis com duração total de 10 meses e um custo de aproximadamente 2,500 € - incluindo a taxa da prova e curso preparatório de 3 semanas.

Para quem não possui o tempo nem os meios financeiros para frequentar um curso intensivo, existe sempre a possibilidade de cursar um curso não intensivo. Esses costumam ser bem mais baratos, porém tem uma duração de 6 meses, ou seja, você demoraria 2,5 anos para fechar os 5 níveis até a prova DSH. Estes cursos costumam ter aula apenas uma ou duas vezes por semana e, a não ser que você tenha contato constante com alemães fora do curso, não são muito eficientes.

O atrativo desta opção é o lado financeiro. O Sprachzentrum da TU Braunschweig, por exemplo, oferece cursos não intensivos de diversos idiomas por 90 € para não alunos e 20 € para alunos da universidade. As turmas costumam se reunir uma vez por semana em aulas de uma hora e o material é xerocado gratuitamente.

Aonde aprender alemão em Braunschweig?

Como prometido, aqui está uma lista dos cursos de alemão que eu conheço. Me dei o trabalho de escrever alguma descrição a respeito para ajudar na sua escolha.

VHS Braunschweig 

Excelente curso. Talvez o melhor da cidade. Eu estudei lá a partir do Grundstufe 3 e recomendo a todos. Fiquem atentos as datas de inscrição no site. Os módulos iniciantes costumam lotar rápido e eles não acomodam mais de 20 alunos por módulo. Os cursos intensivos são na parte da tarde ou manhã e os não intensivos acontecem apenas na parte da noite.

Livro: Schritte (Heuber) / Preço: 488 € intensivo e 234 € noturno / Duração: 2 meses intensivo e 6 meses noturno

Telefone: (0531) 2412108

Sprachzentrum TU Braunschweig

Muito bom curso, possui intensivo e não intensivo porém é um pouco acelerado em relação aos outros. O intensivo do Sprachzentrum dura apenas 4 semanas, mas custa quase o mesmo que no VHS. A vantagem de fazer o curso na faculdade é que você acaba adquirindo alguns "direitos" reservados apenas para estudantes. Você poderá ter acesso aos laboratórios de computador com acesso a Internet, poderá comer com desconto na cantina (Mensa) ou contratar seguro de saúde com desconto.

Livro: Cópias Preço: 495 € intensivo e 90 € / semestre não intensivo / Duração: 1 mes intensivo e 6 meses não intensivo / Telefone:

Arbeit und Leben 

Não recomendo este curso. É reconhecido e consta na lista de cursos oferecida pela imigração, porém não compensa o tempo e trabalho gastos. A instituição oferece, na verdade, um Integrationskurs (curso oferecido a imigrantes que desejam trabalhar e morar no país), portanto o ritmo é exageradamente lento e a faixa etária dos alunos é um pouco elevada. A professora costuma faltar com frequência e raramente há um substituto. Além do mais o local é um pouco fora de mão, pois as aulas acontecem, não no endereço divulgado, mas sim, em um lar de idosos em um bairro um pouco afastado. Se você dispõe de tempo, passagens de trem ou ônibus e seu ritmo é MUITO lento, talvez este seja o curso para você. É importante frisar que o curso dura o mesmo tempo que os outros e o custo é igual.

Livro: Berliner Platz (Langenscheidt) / Preço: 400 € (2 € por hora de aula pagos direto a professora)  / Duração: 2 meses (teoricamente)

Telefone:

Kämmer-Bildungsgesellschaft 

Bom curso! Também se trata de um integrationskurs, porém com ritmo relativamente acelerado e bom preparo para o Zertifikat Deutsch. As professoras são atenciosas e o curso tem uma boa localização próximo a estação principal.

Livro: Themen Neu (Heuber) / Preço: 400 € (2 € por hora de aula) / Duração: 2 meses

Telefone:

Berlitz 

Parece ser um bom curso. Não tive experiência pessoal lá e nem conheço ninguém que tenha tido, porém o nome Berlitz fala por si só, né? Eu já o conhecia dos livros de bolso de inglês, nos anos que morei nos EUA. Estive lá uma vez para tirar umas dúvidas e acabei descobrindo que o responsável (Dietrich Habeck) fala português . Posso dizer que o local é muito bem estruturado e a localização também não poderia ser melhor. O edifício do curso fica localizado no coração da cidade e com excelentes possibilidades de transporte. Acho que o único problema é o preço.

Livro: Themen Neu (Heuber) / Preço: 400 € (2 € por hora de aula) / Duração: 2 meses

Telefone: (0531) 125313

Transporte na Alemanha
Turismo em Braunschweig
Celso Fernandes
Celso Fernandes
Autor
Engenheiro, empreendedor e programador de fim de semana.  Natural de Petrópolis, RJ. Trinta e poucos anos de idade e há dez anos vivendo na Alemanha. Escreveu o primeiro post no Batatolandia em 2008 e desde então não parou mais.

Comentários

Cadastro