Meus favoritos ( 0 )
Como o carnaval de Colônia se tornou o Carnaval de Colônia
Sociedade

Como o carnaval de Colônia se tornou o Carnaval de Colônia

Batatolandia Batatolandia Admin
3 de fevereiro de 2020
282
0

Imagem: koelnerkarneval.de

O carnaval de Colônia é conhecido como a festa mais louca da Alemanha, atraindo pessoas de todo o mundo para a cidade todos os anos. Mas o que poucos sabem é que a farra está enraizada nos tempos medievais e em costumes e tradições bem mais significativos do que toda a bebedeira sugere. Nest post, iremos explorar as origens da festa mais libertina da Alemanha.

Carnaval de Colônia
Multidão num show ao vivo, Fonte:koelnerkarneval.de

Na Idade Média, as pessoas em Colônia tinham o hábito de “expulsar” o inverno e anunciar a primavera com o ato de jejum da Páscoa - daí o nome "carnaval" que deriva da expressão latina "carne vale" (adeus à carne). Documentos da época descrevem um alegre festival de comida, bebida e dança. Ao longo dos anos, o festival ganhou imensa força e, em 1341, a farra se tornou um problema tão sério que o conselho da cidade decidiu parar de financiar as então chamadas 'Mummerei'. Mas os habitantes locais não curtiram a decisão e continuaram a levar a festa às ruas e praças da cidade.

Inspirada nos bailes de máscaras venezianos, a alta sociedade do século 18 de Colônia organizou bailes à fantasia e eventos reservados para a classe alta. Quando os franceses tomaram o poder, eles proibiram as festividades de carnaval de rua, até que os prussianos assumirem e ressuscitaram a tradição.

Carnaval de Colônia
Desile de Rosenmontag nas ruas de Colônia, Fonte:koelnerkarneval.de

A criação do Comitê de Carnaval de Colônia, em 1823, teve como objetivo estruturar o Carnaval e implementar um conjunto de regras básicas para organizar os diversos eventos. Posteriormente, a figura do 'Prinz Karneval' (o rei momos do carnaval alemão) serviu como figura principal do festival para guiar o público através das festividades. O personagem reivindicou seu trono no primeiro desfile de Rosenmontag da história e existe até os dias de hoje.

Devido às guerras dos séculos 19 e 20 e a crise econômica mundial em 1931 e 1932 o desfile da Segunda-feira das Rosas (Rosenmontag) foi várias vezes cancelado, mas Colônia apaixonadamente se apegou à sua tradição favorita e sempre trouxe de volta as festividades. Quando o comitê anunciou outro cancelamento do desfile devido à Guerra do Golfo, em 1991, foliões e manifestantes do Carnaval foram às ruas para marchar contra a guerra e a destruição, exigindo que chovesse doces em vez de bombas.

Carnaval de Colônia
Evento de celebridades no carnaval, Fonte:koelnerkarneval.de

Ao longo dos anos, associações, organizações e grupos musicais se uniram e moldaram os eventos que as pessoas ainda frequentam todos os anos. As festas de carnaval ocuparam os grandes salões da cidade e contam com a participação de artistas, comediantes, grupos de dança e sátiros no palco. Embalados ao som das músicas de Willi Ostermann, os foliões de Colônia elevaram a tradição muito além das fronteiras de sua cidade.

Hoje, Colônia conta com dezenas de bandas de carnaval, como Black Föös, Höhner, Paveier, Cat Ballou ou Brings. Cerca de 150 clubes de carnaval realizam eventos em toda a cidade e participam de sessões, desfiles e bailes à fantasia entre o início do 11 de novembro e a quarta-feira de cinzas.

O carnaval de Colônia só parece crescer a cada ano, atraindo milhões de pessoas até a cidade para uma maratona de cinco dias de farra, dança e bebedeira.

Por que o carnaval da Floresta Negra vale a pena?
Como conseguir um Kitagutschein em Berlim
Batatolandia Admin
Batatolandia Admin
Autor
Este site começou em uma manhã ensolarada, lá em 2008, com o intuito de compartilhar experiências com outras pessoas que talvez, estivessem passando pelo mesmo labirinto de adaptação, característico a tamanha mudança cultural.

Comentários

Cadastro