Publicidade

Guia completo sobre neve na Alemanha
Lifestyle

Guia completo sobre neve na Alemanha

Batatolandia Batatolandia Admin
31 de dezembro de 2020

Imagem: Celso Fernandes

Com a chegada do inverno as temperaturas começam a baixar e aumentam as chances de neve na Alemanha. Ao contrário do que muitos acreditam, o inverno alemão é bastante ameno quando comparado aos de outros países localizados na mesma latitude. Dito isto, quem deseja vivenciar a magia de um inverno nevado, terá que contar com um pouco de sorte já que neve acumulada não é comum na maioria das regiões do país.   

Neste guia, nós exploramos cada detalhe sobre neve na Alemanha e concentramos todas as dicas que você precisa saber para aumentar as suas chances de sucesso.

Conteúdo

O inverno na Alemanha

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Großer Alber, Baviera. Créditos: Celso Fernandes

A Alemanha está localizada no hemisfério norte onde o inverno acontece entre os meses de dezembro e março. Os meses mais frios na Alemanha são janeiro e fevereiro, quando a queda de neve é mais provável (principalmente em regiões acima de 800 m de altitude). 

A Alemanha é favorecida com um clima geralmente temperado, especialmente em vista de suas latitudes e da distância da maioria do seu território da influência do aquecimento das correntes do Atlântico Norte. Temperaturas extremamente altas no verão e nevadas prolongadas no inverno são raras.

Leia também: Uma visão cronológica do clima na Alemanha

Comparado com o Brasil, o inverno na Alemanha é muito frio com temperaturas por volta dos 0°C e às vezes abaixo de zero. De acordo com o site Statistica, a temperatura média do inverno 2019/2020 foi um confortável 4.1°C. Numa comparação grosseira, cidades em latitudes semelhantes apresentaram médias bem mais baixas: Winnipeg no Canadá (-15°C)  e Vladivostok na Rússia (-12°C)

Quando começa a nevar na Alemanha?

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Karlsruhe. Créditos: Bruno Kelzer

Os meses mais frios na Alemanha são janeiro e fevereiro. Durante esta época do ano, é mais comum a ocorrência de neve acumulada no país. No entanto, em regiões com altitudes acima de 800m, as primeiras quedas de neve podem ocorrer já no mês de novembro. 

Todos os anos os alemães desejam um natal todo branco (o famoso Winter Wunderland), porém este desejo raramente é materializado. Nos últimos anos, os invernos têm sido cada vez mais amenos, com muito mais ocorrência de chuva e menos neve.

Como os alemães passam o inverno?

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Praia em Fehrmann. Créditos: Johannes Hohls

A maioria dos alemães passam o inverno da mesma maneira que os brasileiros passam o inverno na Alemanha: cruzando os dedos para ver neve. Apesar da Alemanha ter fama de país muito frio, a verdade é que os alemães ficam tão animados com a neve quanto nós brasileiros. 

Em países como EUA, Suécia, Canadá e Rússia, a ocorrência de neve acumulada é comum durante o inverno. Na Alemanha, no entanto, 20 cm de neve acumulada nas cidades é o suficiente para ser declarada uma verdadeira “Winter Katastrophe”. 

No mês de janeiro, muitos alemães costumam fazer férias de esqui com a família ou amigos. Os destinos preferidos são sempre Áustria, Itália e Baviera. Quem não tem dinheiro ou tempo para passar uma semana esquiando nos Alpes, busca regiões mais elevadas perto de suas respectivas cidades. Exemplos bem populares são as Montanhas Harz, Feldberg ou Sankt Englmar.

Onde neva na Alemanha?

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Braunschweig em fevereiro. Créditos: Celso Fernandes

Todo o território alemão está sujeito a quedas de neve isoladas entre os meses de novembro e março. Em alguns anos, a neve pode cair inclusive no mês de abril. A queda de neve é mais rara nas regiões ensolaradas da Mosela e do Vale do Reno (por exemplo, perto de Frankfurt) e nas regiões costeiras, como por exemplo em Hamburgo. Já regiões mais elevadas como o Algäu e a Floresta Negra recebem uma quantidade expressiva de neve todos os anos. O município de Balderschwang tem a maior precipitação de neve da Alemanha.

Leia também: Os 8 melhores vilarejos alemães para conhecer no inverno

Para garantir o sucesso da sua busca por neve na Alemanha, não deixe de conferir as condições climáticas em destinos como Harz, FeldbergMittelberg / Oberstdorf, Berchtesgaden e Garmisch-Partenkirchen. Você pode fazer isso através de sites como Bergfex que oferecem links de webcams online.

Neve perto de Berlim

Infelizmente, não existe nenhum lugar com neve garantida perto de Berlim. Se você estiver visitando Berlim por alguns dias durante no inverno e gostaria de ver neve, a melhor opção é viajar cerca de 2.5 horas até as montanhas Harz em direção a  Brocken / Wernigerode. Com cerca de 1100m de altitude, Brocken definitivamente estará coberta de neve entre os meses de dezembro e abril. Busque por:

  • Brocken
  • Wernigerode
  • Goslar

Neve perto de Munique

Diferente de Berlim, Munique é considerada uma das cidades mais frias da Alemanha e está relativamente próxima de alguns dos pontos mais elevados do país. Muitos desses pontos podem, inclusive, ser bate-voltas perfeitos a partir da estação de trem em Munique. Busque pelos seguintes destinos na hora de planejar o seu passeio:

  • Garmisch-Partenkirchen (Zugspitze)
  • Berchtesgaden (Königsee)
  • Mittenwald

Onde esquiar perto de Munique

Neve perto de Frankfurt

A região em volta de Frankfurt é um dos piores destinos para quem deseja ver neve na Alemanha. Toda esta área é conhecida por seu clima mais ameno e elevado número de dias de sol. Não é à toa que a região é famosa pelo seu grande número de vinícolas nos montes que contornam o Reno. 

A melhor opção para ver neve perto de Frankfurt é viajar até as montanhas Taunus localizadas ao norte da cidade. Alguns pontos de interesse são 

  • Altberg
  • Großer Feldberg
  • Vogelberg

Neve perto de Hamburgo

Hamburgo apresenta um clima bastante oceânico e portanto a queda de grandes quantidades de neve acontece mais raramente. Isso não significa que não neva em Hamburgo, apenas que a probabilidade é muito menor do que em outras regiões da Alemanha.  Não há montanhas ou estações de esqui perto de Hamburgo, portanto a melhor opção é uma viagem de cerca de 3 horas até as montanhas Harz. Busque por:

  • Brocken
  • Wernigerode
  • Goslar

De acordo com a revista Die Welt, Hamburgo é o estado com a maior concentração de esquiadores da Alemanha. Cerca de 300.000 dos 1.8 milhão de hamburguenses praticam o esporte. Para satisfazer a febre por pistas,  a cidade oferece 2 grandes centros de esqui indoor: Alpicenter e Dome Bispingen.

Qual é a cidade mais fria da Alemanha?

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Zugspitze. Créditos: Mujagic Mirza

O ponto mais frio da Alemanha é Funtensee, localizado no município de Berchtesgaden no extremo sul da Alemanha. De acordo com o site Travelbook uma das 10 temperaturas mais baixas já registradas no mundo foi lá!

Abaixo você encontra uma lista dos 5 pontos mais frios da Alemanha e suas respectivas temperaturas recordes (Fonte):

  • Funtensee (-45°C)
  • Oberstdorf (-27,3°C)
  • Zugspitze (-27,2°C)
  • Spitzingsee in Schliersee (-26,6°C)
  • Haidmühle (-27,1°C)

É importante notar que os pontos listados acima são, em sua maioria, locais não habitados. Não conseguimos encontrar nenhuma lista oficial do ranking das cidades mais frias da Alemanha, porém o povoado de Kühnhaide (na divisa com a República Tcheca ), é citado frequentemente como um dos pontos habitados mais frios do país. 

A metrópole mais fria da Alemanha é Munique, com uma elevação de cerca de 500m. Também é a que mais neva. Outras cidades como Chemnitz e Dresden, também costumam apresentar temperaturas mais baixas devido à sua distância do mar e clima mais continental. 

Onde esquiar na Alemanha?

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Zugspitze, Garmisch-Partenkichen. Créditos: Randy Yip

Esquiar é um esporte perigoso e em hipótese alguma deve ser praticado sem o devido equipamento e conhecimento prévio de como se comportar nas pistas. Se você ainda não domina o esporte, então não faz sentido desembolsar centenas de euros para passar uns dias nas famosas e glamourosas estações da Áustria, norte da Itália e Suíça. 

Neste capítulo, reunimos as dez melhores estações de esqui para o esquiador dos trópicos (sim, você!). Todas as pistas listadas abaixo são consideradas pistas fáceis de esquiar e próprias para famílias. Divirta-se rolando na neve, independente do rolamento ter sido desejado ou não.

As 5 melhores pistas de esqui para iniciantes 

Winterberg

Localizada relativamente perto de grandes centros como Düsseldorf e Colônia, esta pista impressiona pelo número elevado de pistas leves e pelo conforto dos teleféricos. Marinheiros de primeira viagem, dirijam-se à pista 10: Brembergkopf

Reit im Winkl

Localizada no estado da Baviera, bem na fronteira com a Áustria. Este local tem um dos declives mais longos da Alemanha. Um declive longo é bom, pois geralmente significa que a inclinação é baixa. Iniciantes: peguem o lift Benz-Eck.

Feldberg

Feldberg está localizada na Floresta Negra, há umas 2 ou 3 horas de Stuttgart ou Frankfurt.A estação oferece mais de 150 km de pistas, sendo que mais da metade são classificadas como “azul” (pista leve). Iniciantes: peguem o lift Grafenmattlift.

Großer Arber

Esta estação fica a um pouco mais de 1 hora de Munique e umas 3 horas de Stuttgart. A região é famosa por receber grandes quantidades de neve durante todo o inverno, possibilitando temporadas relativamente longas. Há também uma mini pista que oferece cursos de esqui para crianças - procure por ArBär-Kinderland. Vale muito a pena fazer uma caminhada em volta do Arbersee. Estacione perto da Aberseehaus.  Iniciantes: peguem o lift Thurnhofliften.

Altenau / Torfhaus

Esta estação localizada nas montanhas Harz, é uma opção ideal para quem mora no norte da Alemanha e não deseja gastar muito para aprender a esquiar. Tanto as pistas “Auf der Rose”, como a “Rinderkopf” oferecem condições ideais para os iniciantes do esporte. Pegue o lift para subir os 100 m de altura até o topo da pista. As azuis percorrem cerca de 400m até a base. É possível contratar instrutores e alugar equipamento diretamente na entrada da estação em Torfhaus.   

Roupas de inverno na Alemanha

guia-completo-sobre-neve-na-alemanha
Créditos: Kaze

Preparem-se para serem confrontados com a seguinte realidade: os alemães não estão acostumados com frio, eles apenas vestem bons casacos. Este é o primeiro segredo que você precisa aprender para dominar o inverno na Alemanha. Abaixo, listamos tudo que você precisa comprar para encarar a situação de cabeça erguida.

Na categoria “roupas de inverno” incluímos os seguintes itens: 

  • Gorro
  • Cachecol
  • Casaco down / jaqueta impermeável
  • Pullover fleece (ou de lã)
  • Segunda pele
  • Calça
  • Meias de lã
  • Botas
  • Luvas

Nós vamos escrever um guia dedicado para compra de roupas de inverno na Alemanha, mas por enquanto aí vão algumas dicas bem generalizadas para guiar a sua compra. 

Gorros 

Quando usar: a partir de 7°C ( entre outubro e abril)

Escolha um gorro simples de lã. Os gorros finos de algodão podem encharcar facilmente se começar a chover ou a neve estiver muito “molhada”. O ideal é encontrar um gorro de bom material e que seja baixo o suficiente para cobrir a ponta superior das orelhas. Em condições de muito frio, a ponta das orelhas começam a endurecer e pode ser uma experiência dolorosa. 

Nós recomendamos as seguintes marcas, baseadas na experiência dos membros da redação. 

Jaquetas

Quando usar: a partir de 12°C ( entre setembro e maio)

As jaquetas de inverno irão te acompanhar por no mínimo cinco dos doze meses do ano. É normal possuir apenas uma boa jaqueta e usá-la praticamente todos os dias. Dito isto, recomendamos não economizar na jaqueta, pois será um item de uso diário que poderá ser utilizado durante alguns anos. Uma boa jaqueta de inverno deve ser quente, leve, funcional, impermeável, possuir bolsos internos e externos, ter cor neutra e se possível ter capuz.

Uma palavra sobre jaquetas down… esse tipo de jaqueta é leve, quente e muitas vezes ideal quando combinada com uma jaqueta de fleece por baixo. O grande problema é que muitas não são 100% impermeáveis. Quando a umidade penetra a jaqueta, as penas tendem a encolher, deixando você na mão. Evite este tipo de jaqueta ao praticar esportes na neve ou em dias muito chuvosos. 

Nós recomendamos as seguintes marcas, baseadas na experiência dos membros da redação. 

Luvas 

Quando usar: a partir de 5°C ( entre novembro e março)

Luvas de lã ou fleece são confortáveis e permitem que as suas mãos “respirem” por baixo do material. O problema com este tipo de luva é que ela encharca em contato com água (ou neve). Ou seja, se você estiver planejando esquiar ou fazer aquela guerrinha de bola de neve neste inverno, prefira luvas de material sintético e impermeável. Principalmente se você planeja esquiar, compre luvas apropriadas para o esporte.  

Meias & calçados

Quando usar: a partir de 5°C ( entre novembro e março)

As meias e calçados precisam trabalhar juntos para garantir o máximo conforto até nas condições mais desfavoráveis. Não adianta nada comprar meias grossas e ultra quentes se o seu sapato não é impermeável. Muitos tênis são desenhados para deixar o ar fluir e ventilar os pés ao praticar atividades físicas. Esta característica torna-se um problema nos dias mais frios, quando a temperatura do ar pode estar bem abaixo de zero. O problema é ainda maior se você estiver caminhando sobre neve. Com o tempo, a água da neve irá penetrar o interior do seu calçado e começar a encharcar as extremidades da sua meia. Isso acontece imediatamente quando você entra em qualquer ambiente interno. 

A melhor solução é usar sapatos ou botas de couro ou outros materiais impermeáveis. Um bom calçado usado com uma meia de lã de alpaca, por exemplo, é o suficiente para manter o seu pé quente até nos dias mais frios de inverno. 

Comprar meias super quentes

Guia de ceia de natal brasileira em Munique
Streaming Brasil: como assistir televisão brasileira na Alemanha
Batatolandia Admin
Batatolandia Admin
Autor
Este site começou em uma manhã ensolarada, lá em 2008, com o intuito de compartilhar experiências com outras pessoas que talvez, estivessem passando pelo mesmo labirinto de adaptação, característico a tamanha mudança cultural.

Comentários