Trabalhar na Alemanha trabalho freelancer na Alemanha

Publicado em 15 de julho de 2014 | por Celso Luiz F. Fernandes

3

Trabalhando de freelancer na Alemanha

Olá pessoal,

Espero que estejam todos com seus corações devidamente sarados depois  do jogo contra a Alemanha. Como eu disse no último hangout, eu devo lançar mais um vídeo ainda esta semana, mas enquanto o vídeo não sai eu gostaria de entrar num assunto que tem sido muito perguntado aqui no site.

Vários leitores têm enviado e-mails perguntando sobre trabalho de freelancer na Alemanha. Como funciona isso e é possível ganhar dinheiro trabalhando em casa? Assim como tantas outras coisas relacionadas a dinheiro, a resposta desta pergunta é: depende. Neste post eu vou tentar explicar no “preto e branco” quais são as vantagens e desvantagens deste tipo de trabalho e quais são as áreas que costumam pagar mais. Vou também citar alguns exemplos da minha experiência trabalhando como freelancer lá na Alemanha e como eu fiz para começar.

O que é freelancer?

Caso você esteja vivendo numa caverna nos últimos 50 anos e não sabe o que é um freelancer:  é um profissional autônomo que se autoemprega em diferentes empresas ou, ainda, guia seus trabalhos por projetos, captando e atendendo seus clientes de forma independente. Este tipo de trabalho tem se tornado especialmente popular na era da web, pois o aumento da conectividade possibilitou que pessoas trabalhem e compartilhem o fruto do seu trabalho na rede.  É uma tendência muito seguida no mercado de jornalismo, design, propaganda, Web, tecnologia da informação, música, etc.

Vantagens e desvantagens de ser freelancer?

Pra mim a maior vantagem de ter trabalhado como freelancer era a flexibilidade que este tipo de trabalho permite. Especialmente para quem estuda, esta é uma forma de você poder fazer o seu próprio horário e trabalhar comfortavelmente de casa. Além do mais, como freelancer, você poderá escolher exatamente os projetos e clientes com os quais prefere trabalhar. Sem contar que trabalho feito na sua casa para clientes de outros países não conta nas horas ou dias limitados de trabalho previstos no seu visto para estudar na Alemanha.

A maior dificuldade que eu tive durante o meu tempo como freelancer era o fato dos clientes simplesmente não respeitarem o meu trabalho. O que mais tinha era gente querendo pechinchar o meu preço ou atrasando o meu pagamento. Estes foram problemas que me acompanharam durante boa parte da “carreira” e o que realmente me levou a abandonar esta forma de trabalho algumas vezes.

Outra coisa que não é exatamente negativa, mas que vale a pena mencionar, é o fato de que para criar uma base boa de clientes demora um tempo. Portanto, a carreira de freelancer deve ser planejada com bastante antecedência. Se você estiver precisando de grana agora, neste exato momento, talvez esta não seja a melhor solução.

Aonde arrumar trabalho como freelancer na Alemanha?

Olha, existe um monte de sites que você pode usar para começar a sua carreira como freelancer. Eu trabalhei fazendo programação para a web, então naturalmente eu iniciei buscando em foruns de PHP e Web Development. Mais tarde, eu conheci pessoas que já possuiam mais experiência e eles me recomendaram sites como oDesk, Freelancer.com e Elance. O freelancer.com tem muito escravo de países como a Índia e Pakistão. Os caras trabalham por migalhas por hora, estragando todo o mercado no processo.

Eu trabalhei bastante tempo no oDesk. Considero uma plataforma boa com uma quantia razoável de trabalhos de alta qualidade. Ainda assim você terá que competir com os Indianos, mas quem já trabalhou com eles geralmente não volta. Eu perdi a conta de quantas pessoas vieram pedir minha ajuda depois de terem sofrido na mão de um freelancer da Índia.

O cadastro no oDesk ou Elance é bem fácil e você é pago diretamente em dolar. Você pode cadastrar a sua conta bancária ou sua conta de Paypal. No fim da semana de trabalho, a plataforma automaticamente transfere os ganhos para você. É importante notar que existe oportunidade pra quase todo tipo de trabalho. Desde tradução, marketing, programação, design e até redação. Ou seja, se você tiver qualquer dom em especial, dê uma olhada lá. Se você fala inglês então, encontrará algo com certeza. Saiba  que estas plataformas são internacionais e os trabalhos lá listados são de pessoas do mundo todo. Você provavelmente terá que fazer uso de email ou Skype durante o contrato com o seu cliente. Eu cheguei a trabalhar com clientes da China, Australia, Alemanha, Estados Unidos, Argentina, Espanha e por aí vai…

Pro pessoal de IT e design, em especial, eu recomendo o site Belin Startup Jobs. O bom deste site é que nele você encontrará trabalhos de diversas empresas na Alemanha buscando talentos na área de informática e design. Estas são, na maioria, empresas jovens que estão dispostas a integrar formas inovativas de trabalho. Tipo trabalhar em casa, por exemplo. Ta tudo em inglês e muitos dos trabalhos também não requerem conhecimento de alemão.

Por fim, tem mais duas plataformas menores que eu gostaria de citar. A primeira é a fiverr. fiverr é um site aonde pessoas vendem praticamente todo tipo de serviço por $5. Tem tanta coisa louca, que acho melhor você dar um pulinho lá e conferir por conta própria. A único pré-requisito para oferecer serviços é que a tarifa básica custe $5. Então, por exemplo. Digamos que você more no Rio de Janeiro ou em Berlin. Ambas cidades tem pontos turísticos conhecidos mundialmente. Daí você pode vender um serviço do tipo: Eu tiro uma foto segurando um cartaz com qualquer mensagem personalizada e o fundo em Ipanema. Ou com o fundo do Muro de Berlim, por exemplo. Enfim…soa louco, mas tem muita gente ganhado um trocado com isso.

A outra plataforma que pode ser interessante é a Shutterstock. Shutterstock é um site de venda de fotos. Então se você gosta de bater fotos legais ou tem vídeo clips legais, pode fazer upload lá e toda vez que alguém comprar a sua foto, o site te paga metade. Eu mesmo volta e meia pago 200 EUR para assinar o pacote deles por 30 dias e sei como é salgado o preço. Vídeo clips e pequenos loops chegam a ser vendidos por $60 cada. Ou seja, se você for uma das pessoas que tem as suas fotos baixadas por pessoas como eu, irá certamente faturar uma graninha de vez em quando.

Quanto eu vou ganhar como freelancer?

Mais uma vez depende. Se você estiver começando agora e tiver pouca experiência, provavelmente não irá ganhar muito. Você terá que primeiro montar a sua reputação e isto levará tempo. Terá também que adquir experiência. Eu comecei cobrando 8 EUR por hora e cerca de 2 anos depois estava ganhado 35 EUR por hora. No auge da minha carreira como freelancer, eu cheguei a ganhar $1000 por semana, mas isso era porque eu trabalhava como um maluco e a fase não durou muito. A média na maior parte do tempo era de $750 – $1500 por mês em trabalhos no Odesk, pois eu também precisava alocar tempo para estudo e outras coisas. Não trabalhava em tempo integral.

Mais tarde eu fundei a PHPHero, que funcionou como uma espécie de agência para web development. Basicamente, depois que eu montei a minha reputação, eu passei a usá-la para atrair clientes. Especialmente porque eu usava o bordão PHP Freelancer based in Germany. Este based in Germany atrai muitos clientes procurando alguém que faça um trabalho sério. Deste ponto em diante, eu passei apenas a emprestar a minha imagem e experiência para a marca. Eu fazia todo o planejamento e contato com clientes nos EUA, Austrália, Alemanha,etc. Uma vez o projeto definido eu repassava todo o trabalho para freelancers na India que cobravam 1/4 do meu preço, mas trabalhavam seguindo minhas instruções. Foi a partir daí que eu comecei a gerar lucros interessantes, porém o nível de stress as vezes é alto.

Atualmente eu ainda possuo a PHPHero, mas estou direcionando cada vez mais para o desenvolvimento de Apps que irão tomar o mercado automobilístico nos próximos anos. Outro ponto que tem gerado propostas interessantes é fazer um trabalho de mídia social voltado para o mercado chinês. Tem muita gente ganhando dinheiro com isso no momento. Como você pode imaginar,para ficar no topo você precisa estar sempre observando as tendências.

Em geral, não venha para a Alemanha contando apenas com um trabalho freelancer. Este é o tipo de coisa que você tem que ter na manga para ganhar uma grana extra de vez em quando. O melhor é arrumar um trampo fixo em algum lugar enquanto vai, aos poucos, testando o chão no campo de freelancer.

Outra coisa que você precisa estar a par, é que não é possível usar trabalho freelancer como método de financiamento de estudo. Mesmo que você ganhe uma grana fazendo isso, ainda assim terá que demonstrar para as autoridades que tens bolsa ou ajuda de familiares. Oficialmente, candidatos a visto de estudante não são permitidos a financiar sua própria estadia apenas com trabalho.

Para que, então, devo me dar este trabalho?

Como disse, o trabalho de freelancer pode levar algum tempo para decolar e no ínicio você provavelmente não irá faturar o necessário para pagar todas as suas contas na Alemanha. O melhor é que geralmente um trabalho leva a outro e a tendência é o seu faturamento aumentar. Mesmo que você inicialmente ganhe apenas 25 EUR  ou 50 EUR com o pouco trabalho que irá conseguir. Esses 50 EUR, já serão o suficiente para pagar a sua internet e o seu celular iphone por um mês inteiro aqui na Alemanha. Ou poderá pagar a sua conta de luz e a internet. Ou 2 semanas de mercado.  Enfim..você entendeu, né? Não irás fazer fortuna no ínicio, mas é um dinheirinho bem-vindo.

Últimas dicas

Exercite o hábito de transformar tudo em dinheiro. Se você estiver vindo em breve, comece a treinar a economizar desde antes. Faça um planejamento semanal.

Ja na Alemanha, guarde as suas latas de cerveja vazias e as suas garrafas pet. 2 latas de cerveja valem 1L de leite no mercado, por exemplo.

Pense no longo-prazo. Lucro verdadeiro e duradouro vem apenas com o tempo. Não existe milagre. Dito isto, jogue a sua rede em todas as partes possíveis. Algumas coisas requerem apenas um esforço inicial e depois ficam rendendo por si só enquanto você dorme. Se tiver fotos legais em alta definição, use o Shutterstock. Tem alguma coisa que possa fazer por $5? Use também o fiverr. Tens um bom domínio de Inglês? Ofereça traduções para Português. Lembrem-se que a Copa acabou, mas as Olímpiadas estão aí. O Brasil estará em evidência nestes 2 anos. Aproveite para surfar a onda. No final do mês, todas estes ganhos somados irão fazer uma diferença.

Bom galera, espero que este post tenha servido para esclarecer algumas das dúvidas sobre trabalho de freelancer na Alemanha. Caso tenham dúvidas ou algo a adicionar, deixem um comentário abaixo.


Sobre o autor

é um brasileiro que foi morar na Alemanha em 2007. Numa manhã fria em Abril de 2008, ele estava entediado no sue apartamento aguardando uma decisão sobre seu visto de estudante. Sem ter muito o que fazer, ele resolveu iniciar um blog para escrever sobre os seus perrengues iniciais na Alemanha. O blog cresceu e virou BATATOLANDIA!



  • Anderson Ferreira

    Olá Celso, esse post é encorajador.
    Você sabe como é o mercado na Alemanha para analista de suporte? É difícil conseguir trabalhar mesmo que em pequenas empresas nesta função? Quanto a free lance para essas tarefas, eles dão abertura para estrangeiros?
    Faço planos de em 2 anos ir para Alemanha fazer mestrado na área de TI e até conseguir alguma boa colocação no mercado de trabalho alemão precisarei “roer um osso”.
    Grato,

  • http://www.freelancermap.com/ Freelancermap

    Para trabalho freelance na área de TI recomendo o portal alemão http://www.freelancermap.com/

    Freelancermap é um site especializado em trabalho remoto na área de TI, com projetos no mundo inteiro. O mais importante é que a plataforma é gratuita e não são cobradas comissões.

  • Luiza Mitteldorf

    Oi Celso, muito obrigada pelo post, era exatamente o que estava procurando! Estou planejando me mudar para a Alemanha daqui a um ano com meu namorado, e tenho tentado me preparar da melhor maneira. Sou cantora e atuo na área artística e também de publicidade da música (jingles, dublagem). Além disso, aqui no Brasil sempre vendo serviços de foto, sites, vídeos, consultoria de redes sociais…Enfim, agradeço o tempo para nos informar sobre o mercado freelancer :)

    Uma pergunta: em qual cidade você mora?

    beijo

Voltar para o topo ↑