Estudar na Alemanha Financiar estudos na Alemanha

Publicado em 12 de janeiro de 2013 | por Celso Luiz F. Fernandes

41

Estudar na Alemanha – Financiar estudos na Alemanha

Salve salve galera,

Parece que este blog está um pouco carente de dicas da Alemanha, né? Pode deixar que a gente vai mudar isso já já.

Semana passada eu recebi alguns comentários de leitores que gostariam de vir estudar na Alemanha, mas estariam um pouco preocupados com o custo da viagem. Neste post eu vou tentar dar algumas dicas de como ganhar dinheiro e financiar a sua estadia na Alemanha.

A primeira coisa que você precisa saber e entender é que vir para a Alemanha não é impossível e a vida na Alemanha pode, em muitos aspectos, ser mais barata do que a vida no Brasil. Acontece que a vida no Brasil é tão absurdamente cara que a simples ideia de ir estudar no exterior parece algo que apenas os muito ricos podem alcançar. Isto definitivamente não é verdade e se você estiver disposto(a) a fazer alguns pequenos sacrifícios, é possível sim viver uma vida boa, porém barata aqui na Alemanha.

No momento, o custo de vida para um estudante na Alemanha está em cerca de 600 EUR, o que é o equivalente a aproximadamente R$1,600. Esta quantia pode parecer muito, mas perceba que isto incluí o seu aluguel, o seu plano de saúde, a sua alimentação, o seu transporte, o seu lazer e as suas contas. Eu tenho certeza que o custo é igual ou até mesmo muito mais alto dependendo da cidade aonde você mora no Brasil.  Em 2002 eu fui para o Rio de Janeiro estudar numa universidade particular. Há 10 atrás o meu custo mensal de transporte lá já era de R$250. A mensalidade da minha universidade particular chegava a R$1.100, o meu plano de saúde estava por volta de R$150, o aluguel de um quarto num apartamento próximo a faculdade saía pela bagatela de R$300. Custos com celular e internet e luz somados atingiam no mínimo R$200 e eu nem vou começar a falar da alimentação. A última vez que fui ao mercado no Rio de Janeiro, entrei com R$50 e saí com quase nada de compras! Aqui na Alemanha com o equivalente a R$50 eu como a semana inteira. Se você fatorar a diferença de limpeza, de segurança e de qualidade de vida, então, aí sim verá como a vida aqui é realmente muito mais barata!

Ainda assim, R$1.600 são R$1.600 e nem todo mundo tem esta grana. O que fazer então? A resposta é improvisar e tentar ganhar o seu próprio sustento. Dependendo da região que você for na Alemanha, é possível inclusive viver até com mesmo, mas vamos respeitar a sugestão das autoridades alemães e supor que 600 EUR é realmente o mínimo. Lembrando que o seu custo mensal na Alemanha é proporcional ao local aonde pretende viver. Geralmente as cidades do sul são muito mais caras do que as cidades ao norte. O aluguel de um pequeno apartamento no norte da Alemanha pode sair por 250 EUR, enquanto no sul este mesmo apartamento pode chegar a 500 EUR. Então fiquem ligados e pesquisem bem antes. Fiquem longe de centros como Stuttgart e Munique, aonde o custo de vida é notoriamente alto!

Se você não tem cidadania européia, então o planejamento de como financiar a sua estadia na Alemanha começa antes mesmo de sair do seu país de origem. A escolha do visto vai fazer toda a diferença nesta hora então prestem bem atenção. Levando em consideração que você não está vindo com carta de emprego e não irá casar-se com alemão, então o único visto que irá permitir que você trabalhe legalmente aqui na Alemanha é o visto de estudante ou o visto de Au Pair. O visto de Au Pair não permite que você ingresse numa universidade na Alemanha, ele apenas te dá a possibilidade de vir para cá por um período de um ano para trabalhar como babá na casa de uma família alemã. Se a sua ideia é apenas vir aqui por um tempo para conhecer o país e tentar aprender alemão, então esta pode ser uma boa. Existem várias agências dentro e fora da internet  de recrutamento de Au Pair. Escolha uma que seja séria e procure manter contato com a família que irá lhe hospedar meses antes do seu embarque! A vantagem deste método é que você não terá que se preocupar com hospedagem, comida e outros custos. A desvantagem é que terá que deixar o país após o término de contrato e ficará menos flexível para iniciar qualquer outra coisa durante a sua estadia. Eu acredito que também existe um limite de idade para obter este visto, então procure se informar. Para obter mais informações sobre este visto, acesse o site da embaixada alemã no seu país ou procure um consulado mais perto de você.

Bom…agora que eu já soquei a história do visto de au pair pra fora do caminho, vou me concentrar no que realmente importa para a maioria de vocês, ok? Vamos falar do visto de estudante, que na minha opinião é um dos melhores vistos, pois permite que você estude, faça curso de alemão e ainda trabalhe. Mais uma vez vou pedir desculpa aos meus amigos de Portugal que estão lendo isto aqui e se mijando de rir, pois eles não precisam de nada disso. A única coisa que vou dizer é: continue lendo, pois no final do post tem informação útil para vocês também.

Existe uma série de requerimentos que precisam ser preenchidos para obter o visto de estudante, mas um dos mais importantes é provar a sua capacidade de se sustentar aqui na Alemanha. Existe duas maneiras de fazer isso. A primeira forma de fazer isso é depositando em conta bancária na Alemanha uma quantia equivalente ao seu custo anual, ou seja 600 EUR vezes 12. Se você tem esta grana, então pode para de ler agora e vá ser feliz na Alemanha. Caso contrário, existe ainda uma outra forma mais acessível e bem mais flexível. Você pode fazer um termo de responsabilidade. Para fazer o termo de responsabilidade, você vai precisar achar alguém que tenha um salário equivalente a aproximadamente 3 vezes o total necessário para viver aqui. Esta pessoa pode ser qualquer um. Pai, mãe, tio, avô…não importa. O importante é que ele ou ela tem que comprovar o salário via declaração de renda. Uma vez que você tenha esta pessoa, então dirija-se com ela até o consulado e faça a declaração. Perceba que a pessoa não vai precisar provar que fez o depósito todo mês, ela apenas se compromete a fazê-lo. Com isso, você provavelmente receberá um visto de um ano com permissão de trabalho e sua dor de cabeça irá passar até o momento de renovar o visto já um ano após a sua chegada na Alemanha. Para renovar o visto, você irá precisar de outra declaração e terá que mostrar o extrato bancário dos últimos 2-3 meses. A boa notícia é que estes depósitos NÃO precisam vir de uma conta no Brasil ou qualquer outro país e você terá tido o ano inteiro para trabalhar, certo? Então use a sua imaginação!

Uma vez que você esteja na Alemanha, irá precisar arrumar um trabalho para financiar a sua estadia. Apesar de oficialmente isto não ser permitido, existe muito estudante aqui trampando para pagar as contas no fim do mês. Então como começar? Primeiro pergunte para si mesmo quais são as suas habilidades. Quanto mais habilidade você tiver, maior são as suas chances. Provavelmente o seu primeiro emprego não será o trabalho dos seus sonhos, porém com o tempo você chega lá. Uma boa opção de primeiro emprego é trabalhar em restaurante ou café. Trabalhar em restaurante tem a vantagem de que a maioria dos restaurantes irão te pagar o dinheiro na mão no fim de cada jornada. Geralmente cada jornada irá durar no máximo 8 horas e no fim do dia terá rendido cerca de 50 EUR mais gorjetas. Se você trabalhar 3 dias na semana, terá a grana que precisa no fim do mês e ainda 4 dias semanais para se concentrar nos estudos. A outra vantagem é que como você irá receber a grana na mão, estas horas trabalhadas acabam não sendo contabilizadas no total de dias de trabalho previstos no seu visto!

Quanto melhor o seu alemão, melhor são as suas chances de arrumar trabalho e melhor será a qualidade do seu trabalho, então caia dentro do alemão. Se você fala bem o idioma, pode trabalhar em loja ou supermercado lidando com clientes diretamente. Durante os meses de verão e fim de ano são abertas muitas vagas no setor de serviços e é uma ótima oportunidade de ganhar dinheiro.

Outra forma de arrumar emprego, é buscar na net por empresas na sua região que buscam estudantes para trabalhos manuais. Geralmente eles pagam uma média de 7,5 EUR por hora. Basta fazer uma busca na net por Aushilfe Jobs e rezar para ter uma empresa perto de você que ofereça estas oportunidades. Talvez isto possa ser um fator também na hora de escolher uma cidade para morar.

Uma mão de obra que é extremamente requisitada aqui na Alemanha é serviço no setor de informática. Se você tem noções de programação então não terá qualquer dificuldade em arrumar serviço aqui que paga muito melhor do que trabalhar em restaurante, por exemplo. Durante muito tempo o meu ganha pão aqui foi trabalhar programando sites para a web e o meu cartão de visita era programação em PHP. Se você sabe fazer isso, então terá uma vantagem incrível. Você terá inclusive a possibilidade de trabalhar como freelancer online fazendo suas próprias horas e escolhendo o tipo de trabalho que deseja iniciar.

Já que estamos falando de trabalho online, então não posso deixar de citar uma plataforma que me ajudou muito e na qual eu ainda estou ativo inclusive hoje. Se você não conhece, então dê uma passadinha aqui oDesk. Esta é uma plataforma que permite você a encontrar serviços nos mais variados ramos. Programação, tradução, redação de texto, etc. O que eu fiz, foi formar uma base boa de clientes através desta plataforma e estabelecer uma relação de longo prazo. Houveram meses em que eu cheguei a ganhar entre 2,000 e 3,000 dólares oferecendo serviços de programação pra web. Como o pagamento é feito em dólar, mesmo que vocês esteja fora da Europa, pode começar a montar sua base e estabelecer contatos. Fica mais fácil de juntar dinheiro numa moeda com um valor mais próximo do euro.

Outra dica de trabalho pra quem é estudante, é procurar vagas de assistentes na própria universidade. Entre nos sites dos diferentes institutos da universidades e procure por vagas de HiWi. O salário de HiWi nem sempre será alto o suficiente para cobrir todos os seus custos, mas já é uma ajuda! Aproveite também para fazer estágio. Qualquer estágio vai durar pelo menos 6 meses e você vai ganhar o suficiente para se manter e ao mesmo tempo melhorar o seu currículo.

Finalmente existe uma forma de trabalho que é o filé mignon dos trabalhos estudantis. Estou falando do trabalho de Werkstudent. A maioria das grande empresas oferecem vagas para Werkstudent e pagam muito bem por isso. Como Werkstudent, você irá trabalhar apenas meio período, adquirir experiência e ainda ganhar no mínimo 10 EUR por hora. Sem contar, que as tarefas são de alto nível e o trabalho é completamente intelectual e não braçal como no Aushilfe. Para arrumar vaga de Werkstudent, entre no site de todas as empresas possíveis e procure por estas vagas. Prepare um currículo atrativo e mande tantos quantos forem necessários. Se você já está um pouco adiantado nos estudos, então melhor ainda serão as suas chances. Se não souber como preparar um currículo para Alemanha então leia o meu post de como preparar currículo e carta de apresentação na Alemanha.

Uma vez na Alemanha, tente demonstrar o seu melhor lado. Seja responsável e execute bem o seu trabalho. Se você for competente, as pessoas aqui irão te ajudar pois mão de obra boa é difícil de encontrar em qualquer lugar do mundo!

Bom gente…é isso aí. Espero que este post tenha esclarecido um pouco mais sobre como você pode fazer para financiar a sua estadia na Alemanha. Saiba que no ínicio, tudo é muito complicado e parece impossível. Você chega aqui perdido com o rabo entre as pernas, mas lembre que cada dia que você sobreviva aqui, é um dia a mais de experiência que você adquire. Aos poucos, você vai aprendendo e traçando o seu próprio caminho. Não sinta vergonha em tentar e lutar pelos seus sonhos, porque todos os nossos sonhos e planos tem apenas 50% de chance de dar certo e é assim com tudo mundo. Mas se você tiver um bom planejamento e estiver bem informado(a), haverá uma probabilidade maior de você cair nos 50% positivos.

Eu vou encerrar o post me colocando a disposição de vocês para qualquer outro esclarecimento. Desejo a todos muita sorte e espero vê-los em breve na Alemanha.


Sobre o autor

é um brasileiro que foi morar na Alemanha em 2007. Numa manhã fria em Abril de 2008, ele estava entediado no sue apartamento aguardando uma decisão sobre seu visto de estudante. Sem ter muito o que fazer, ele resolveu iniciar um blog para escrever sobre os seus perrengues iniciais na Alemanha. O blog cresceu e virou BATATOLANDIA!



  • Anonymous

    Moro no Brasil. Já estive na Europa de férias. Na Alemanha estive em Berlin.
    Aqui no Brasil sou funci publico e estava pensando em pedir licença para estudar
    pelo menos 6 meses na Alemanha. Assim, vc poderia me responder algumas perguntas:
    – existe alguma ajuda de custo para cidadãos europeus (portugueses) custearem o aluguel?
    – é possível conseguir alguma bolsa (ajuda de custo) durante o curso?
    – o que é o programa erasmus?
    – achei os preços em Berlin muito mais barato que no Brasil, realmente o custo
    de vida lá é mais barato que em outros lugares da Alemanha?

    • http://www.blogger.com/profile/08869660062457490628 C. Fernandes

      Olá,

      Obrigado pelo comentário. Vamos em partes…

      Se você possui cidadania européia, então tem direito de requerer uma ajuda de custo que inclui curso de alemão intensivo até o 3 nível do básico, ajuda com aluguel e uma pensão mensal. Eu conheço algumas pessoas que estão aqui neste situação já há vários anos. É possível também conseguir bolsa para fazer um curso profissionalizante(Ausbildung) que pode ter até 3 anos de duração. O governo alemão financia a sua estadia durante este tempo.

      O programa Erasmus é um programa de intercâmbio entre universidades europeias. Ele visa diminuir as barreiras e reduzir um pouco a burocracia para universitários europeus que desejam fazer intercâmbio em outro país europeu. A meta é tornar os estudantes europeus mais internacionais e aumentar um pouco a consciência de cidadão da união européia.

      O custo de vida em Berlin é mais barato, pois Berlin é uma cidade que ainda não deslanchou. Devido ao fato dela ter sido dividida durante várias décadas, as industrias não se estabeleceram ali. Portanto, apesar de Berlin ser a sede do governo, não é uma cidade rica como as outras cidades localizadas ao sul do país. Berlin é uma cidade que ainda vive muito de serviços e do governo e falta industrialização. Com isso os salários acabam sendo mais baixos e o custo de vida também. Uma vez ouvi dizer que muitas das obras em Berlin são obras fantasmas. Estão ali apenas para dar a população e os turistas a ilusão que a cidade está evoluindo e recebendo investimento, na tentativa de atrair investimentos. Não sei se é verdade.

      Espero ter conseguido responder a sua pergunta. Qualquer coisa entre em contato.

      Abraço,
      Celso

  • Anonymous

    Meu nome é Jardell, tenho 29 anos, e tenho a oportunidade de fazer um intercambio de 1 ano na Alemanha, pela instituiçao DEULA, é um intercambio agricola, onde vou ficar em propriedades trabalhando. Terei moradia, alimentacao e uma ajuda de custo de 300 euros.Não é muita coisa, mas pelo menos não terei dor de cabeça de pagar minhas despezas por 1 ano até aprender mais ou menos o idioma.
    Estou contando para vc poder entender minha situacao e ideia.
    Sei que no comeco da forma como estou indo é muito trabalho, com pouco dinheiro, mas o meu interesse é poder entrar na Alemanha legalmente, pois penso em morar ai, acho o pais fascinante.
    O que quero te perguntar, minha viagem é só em agosto, até lá estarei comecando a estudar alemao aqui no Brasil, para aprender o básico do básico, depois irei morar ai com alemães e penso nos meus momentos de folga fazer um curso de alemão. Por tudo isso, vc acha q de com 1 ano, morando com alemães, fazendo curso de alemão, consiguirei chegar a o nivei B1? Sei que varia mt de pessoa para pessoa.
    Outra duvida, pergunto isso, pq ao pesquisar vi que uma chance de conseguir ficar ai legalmente é como estudante, mas antes de ir para universidade terei que fazer 1 ano para complementar os estudos. É muito dificil conseguir uma vaga em uma universidade alemã?
    Qual o valor em media de moradia e alimentação? E trabalho?
    Obrigado, segue meu e-mail: jrmiertschink@hotmail.com
    Jardell.

    • http://www.blogger.com/profile/08869660062457490628 C. Fernandes

      Fala Jardell,

      Primeiramente muito obrigado pelo comentário. Eu vi que seu sobrenome é Miertschink, por acaso você é do ES e parente do Sérgio?

      Agora vamos as suas dúvidas:

      Se você tem moradia e alimentação, então acredito que os 300 EUR serão o suficiente para você se virar por aqui. O valor da moradia para uma pessoa depende da região aonde você pretende morar, mas aqui em Braunschweig é possível achar apartamento de 17 – 20 m2 por 250 – 300 EUR mensais. Quanto a alimentação, depende do seu hábito. Se você pretende sair para comer na rua todos os dias, então pode contar em gastar pelo menos uns 10 – 15 EUR por dia no mínimo. Se você tiver possibilidade de ir ao mercado e cozinhar a sua própria refeição, então vai gastar muito menos. Eu atualmente moro sozinho e gasto cerca de 20 – 25 EUR por semana com mercado, mas é possível gastar mais ou até menos. No ínicio da minha vida aqui na Alemanha eu me virava com 15 EUR por semana. Lógico que sempre optando pelos produtos mais baratos, porém de bom valor nutritivo. Vou fazer um post na próxima semana com os preços de produtos no mercado. Assim todos podem ter uma idéia melhor do custo.

      Quanto ao aprendizado do Alemão… se você for realmente viver com alemães todo este tempo, então acredito que o seu nível será inclusive acima do B1. Procure aprender um pouco de gramática e entender como o idioma funciona. Chegando aqui, você amplia o seu vocabulário no seu dia a dia. Está saindo aqui uma nova série de posts que poderá ser útil pra você também. Aguarde…

      Conseguir uma vaga na universidade alemã não é difícil. Você apenas precisa alcançar o nível de Alemão que eles exigem e já ter prestado vestibular no Brasil. Caso não tenha feito vestibular, terá que fazer o Studienkolleg (Vestibular alemão). Você encontra mais informações sobre isso no link “Estudar na Alemanha”.

      Boa sorte e qualquer coisa entre em contato.

  • http://deiaberri.wordpress.com/ deiaberri

    Olá!
    Parabéns pelo seu blog, realmente você está fazendo um trabalho maravilhoso dando tantas informações para pessoas que tanto procuram e precisam de uma ajudinha! Muito legal da sua parte em compartilhar tantas info! :)

    • http://www.blogger.com/profile/08869660062457490628 C. Fernandes

      Obrigado Deia! Espero poder continuar ajudando. :-)

  • Anonymous

    Celso..
    Muito legais suas dicas.. além de tudo ajuda quem pretende ir viver aí..
    Parabéns por reservar um tempinho pra isso!
    abraço

    Marcelo

    • http://www.blogger.com/profile/08869660062457490628 C. Fernandes

      Oi Marcelo,

      Obrigado amigo. As nossas experiências não servem para nada se ficam guardadas no fundo do baú, né? Bom fim de semana!

  • Anonymous

    Desculpe, mas não é tão fácil conseguir uma vaga na universidade na Alemanha assim não. Vc não só tem que fazer o vestibular no Brasil, como ter pelo menos um Bacharel. ( ou comprovar que estudou no mínimo 4 semestres, passando nas provas). Aqui na Alemanha tb tem bastante concorrência para algumas faculdades, como no Brasil. ( advocacia, medicina, engenharia, etc..) então para essas faculdades é realmente bem mais difícil de se conseguir uma vaga. E a faculdade na Alemanha não é babadinha não…

    • http://www.blogger.com/profile/08869660062457490628 C. Fernandes

      Olá Anônimo,

      Obrigado pelo comentário. Eu acho que depende muito do curso e da faculdade em questão. No caso do Jardell, não é tão complicado, pois ele já está cursando faculdade no Brasil e ficaria isento de Studienkolleg e outros obstáculos. Além do mais, ocuparia um semestre superior aonde o problema de vagas é menos grave. E quanto a dificuldade dos estudos aqui na Alemanha, realmente é bem mais puxado que no Brasil. Eu sei muito bem, pois tive que passar por isso ainda por cima trabalhando paralelamente. Acho que em breve vou postar uns exemplos de provas de universidades alemãs para a galera ter uma idéia. Abraço.

  • Marina

    Olá, antes de mais os meus parabéns e obrigado pelas dicas aqui dispensadas :)
    Sou portuguesa e vim para a Alemanha em Julho passado como Au pair com o objectivo de aprender alemão ponderando fazer mestrado aqui e posteriormente trabalhar.
    Acontece que agora que meu tempo de Au pair está a terminar eu estou a desistir desse objectivo e a ponderar fazer o mestrado em Portugal mesmo.
    O meu nivel de alemão não é tão bom assim, quer dizer, pensei que fosse mais facil ou que fosse aprender mais rapido mesmo (na melhor das hipoteses um B1). Não me sinto preparada para enfrentar aulas em alemão nivel universitário.
    Para alem de que a situação financeira não é favorável.
    Será que devia tentar mesmo assim? Sou licenciada em Relaçoes Internacionais e ainda não tomei decisão definitiva acerca o mestrado que pretendo frequentar.

    Abraço,
    Marina

    • http://www.about.me/cfernandes cfernandes

      Oi Marina,

      Muito obrigado pelo seu comentário. Em resposta direta a sua pergunta: Eu acho que você deve tentar sim! Eu acho que o Alemão não é tanto problema para fazer o seu mestrado. Eu conheci muitos estudantes do ERASMUS, por exemplo, aqui na Alemanha. Eles frequentavam os cursos sem falar uma palavra de Alemão. Na época que comecei a estudar, eu também não entedia muita coisa. Basicamente, para aprender, você precisa se jogar um pouco e sempre ir se posicionando um nível acima do nível que deveria estar. Pode parecer impossível, mas foi mais ou menos como eu aprendi e foi o que deu certo para mim. Você fala inglês? Como alternativa você poderia buscar um curso de mestrado em Inglês. Existem vários programas de mestrado completamente em inglês na Alemanha. Como você possui cidadania Européia, tudo acaba ficando mais fácil para você.

      No meu tempo aqui na Alemanha, eu conheci bastante gente com cidadânia de outros países da EU que estavam aqui na Alemanha se profissionalizando com a ajuda financeira do governo Alemão. Eu acho que você precisaria ir ao Arbeits Agentur na sua cidade e tentar se informar. Eu acho que no Arbeitsagentur eles irão te explicar todos os requisitos em relação a esta ajuda financeira. Eu acredito que eles ofereçam também pagar um curso intensivo de Alemão para você (até o nível B1). Se tiver problema com burocracia ou precisar de ajuda para preencher papéis, procure um Caritas perto de você. Lá eles costumam oferecer ajuda e consultoria gratuita para estrangeiros. Na época que cheguei, o Caritas aqui de Braunschweig tinha até um senhor que falava Português. Finalmente existe também o BAföG. Eu tenho quase certeza que como Portuguesa você tem direito a esta bolsa mensal. Eu te desejo sorte. Se precisar de mais informações, pode entrar em contato. Se achar que as suas perguntas possam ser relevantes para outros leitores no futuro, inicie um tópico lá no forum com todas as suas perguntas. :-)

  • http://www.facebook.com/liana.herdina Liana Herdina

    Olá!! Vou me mudar para a Baviera em 2014 e não poderia ter encontrado o teu blog em melhor hora! Parabéns pelo trabalho sério e pelas ótimas dicas! :)

    • http://www.about.me/cfernandes cfernandes

      olá Liana,

      Obrigado pelo comentário e espero que o site possa continuar te ajudando! Boa sorte :-)

      • http://www.facebook.com/marcelo.regobarros Marcelo Freire Rêgo Barros

        Muito obrigado por tirar nossas dúvidas ,

        Meu caso é o seguinte : Minha mãe mora na Alemanha a cerca de 20 anos , passei 6 e depois 3 meses ai, meu sonho sempre foi voltar para poder estudar , tenho 29 anos e ainda não comecei a universidade no Brasil , gostaria de visto de estudante que possa trabalhar , li que vc pode arrumar uma pessoa que tenha renda 3x 600 euros e solicitar visto no consulado, no meu caso posso tambem???? o fato de minha mãe ser casada com alemão pode ajudar ??? ela pode se responsabilizar por mim , para que consigo esse visto de trabalho e estudo???

        Muito obrigado por tudo

        • http://www.about.me/cfernandes cfernandes

          Oi Marcelo.

          Obrigado pelo comentário. Tem como você copiar estas perguntas e postar lá no fórum? A resposta que vou te dar pode ser útil para alguém no futuro e por isso é melhor se ficar registrado no forum. Sugiro que abra um tópico neste endereço aqui: http://www.batatolandia.de/forums/forum/vistos-alemanha/

          Obrigado e até breve.

  • Vanessa

    Ola fernandes tudo bem?
    Muito bom seu blog! parabens!!!
    Sou brasileira e moro em Londres, tenho passaporte europeu (portugues)
    Estou querendo morar um tempo na alemanha ( berlim) estudar…
    O que vc me diria?
    Eu conseguiria ajuda do governo?

    Muito obrigada

    Vanessa

    • http://www.about.me/cfernandes Celso Luiz F. Fernandes

      Oi Vanessa,

      Desculpe a demora na resposta. Acho que Berlim é uma cidade maravilhosa e se voce mora em Londres, com certeza irá curtir a vida em Berlim. Com o passaporte Portugues voce provavelmente poderá fazer os 3 primeiros niveis de alemao custeado pelo governo da Alemanha, como Integrationskurs. Acredito ser possível,também, receber a pensao do Arbeitsamt como ajuda de custo. Te desejo sorte e qualquer pergunta, basta postar no forum que eu irei responder o mais rápido possivel.

      Celso

  • Daniela Morais

    Amei sua página! Tenho planos pra ir daqui a 2 anos, no máximo. Porém tenho um filho e, eu e meu marido, não sabemos como encaixar esse ‘pequeno e importante detalhe’ nesse processo. Você tem alguma dica? abraço,
    Dani

    • http://www.about.me/cfernandes Celso Luiz F. Fernandes

      Oi Daniela,

      Depende muito do que vocês estão pretendo fazer aqui. Se vierem para estudar, muitas universidades tem Kindertagesstätte que é um espécie de maternal aonde as mães deixam os seus filhotes enquanto assistem aula ou trabalham. Se vierem para trabalhar numa empresa de grande porte, pode ser a que a própria empresa possua um maternal desses também. Como alternativa, você pode tentar achar uma Tagesmutter para o seu filho. A Tagesmutter é uma baba que passa o dia com a criança ou na sua casa ou na casa dela. Acho que é isso. Obrigado pelo comentário e desculpe não poder ter ajudado mais.
      Celso

  • myke

    Olá amigo. Tenho cidadania alemã, passaporte etc. Porém apenas falo inglês. Eu li que vc disse que para quem tem cidadania poderá pedir curso de alemão e ajuda. Estou com passagens compradas para junho2014 p Frankfurt e depois Stuttgart. Estou indo com minha noiva e acho q vou pedir o visto de estudante p ela. Gostaria de saber como posso pedir esse auxílio de curso alemão. Grato

    • http://www.about.me/cfernandes Celso Luiz F. Fernandes

      Olá Myke,

      Você pode pedir informação direto no curso de alemão. O Volkshochschule costuma auxiliar as pessoas com isso. Você poderá também pedir informações direto no Ausländerbehörde da cidade aonde você estiver inscrito ou ir direto no Agentur für Arbeit (antigo Arbeitsamt).

      Sucesso!

  • Pingback: Novos Requerimentos para Visto na Alemanha | Batatolandia - Viver e Estudar na Alemanha()

  • Vanessa B.

    Boa tarde! Primeiramente, parabéns pelo blog!
    Bom, a minha situação é a seguinte, acabei de passar no mestrado da universidade de Saarland, na Alemanha, no entanto foi sem bolsa. Logo, eu gostaria de saber se indo pra Alemanha sem bolsa eu conseguiria uma bolsa de estudos por lá.

    • Anderson Ferreira

      Olá Vanessa, poderia me dar informações de como foi o processo de admissão para o mestrado?
      andersongfer@gmail.com
      Grato,

  • Layrton

    Boa tarde!
    Tenho procurado bastante lugares para ficar na Alemanha por meio de sites e não encontrei nenhum muito próximo do preço citado no seu post, gostaria de saber se você poderia me indicar algum site ou até mesmo outro meio de conseguir alugar um imóvel pequeno e barato na Alemanha.
    Desde já agradeço a compreensão.

  • Marcelo Stampe

    Adorei seu blog, gostaria de um auxílio. Eu acabei de conseguir Nacionalidade alemã para mim e minha filha, trabalho a 20 anos como gerente de projetos e tenho 42 anos, porém não falo 1 palavra em alemão.
    Existe algum tipo de auxílio que eu possa conseguir com o governo alemão para que eu pudesse me mudar para a Alemanha?
    Estou fazendo contas e eu precisaria de uns 25k euros para me manter por 1 ano com minha esposa e filha para aprender alemão e depois procurar trabalho. Tenho experiência em projetos internacionais como a copa do mundo, porém não sei se isto ajuda muito.

    Pode me ajudar?

    Obrigado.

  • Flávio

    Olá, Celso! Muito legal o post. Bem prático, realista e animador ao mesmo tempo.

    Eu sou Au Pair na Alemanha e agora estou pedindo o meu visto de estudante (a partir do ano que vem, fim do período de Au Pair). Já consegui uma vaga na Universidade. Só o que está faltando e me deixando com medo é o tal termo de responsabilidade dos meus pais… Vc, por acaso, tem algum modelo? O modelo que a universidade me deu, seria um modelo para confirmar que meu pai tem um “fundo” com o valor de todo o estudo (impossível) e não esse de que ele tem um salário compatível com uma ajuda mensal… Enfim, vc tem algum modelo ou alguma informação a mais sobre qual pode ser o comprovante de renda e como pode ser o termo de compromisso?
    Muito obrigado!
    Abraço!

    • Flávio

      P.S.: a Auslënderbehörde só disse “um comprovante sobre a sua forma de financiamento na Alemanha, seja dos seus pais, ou Gasteltern…”, algo bem vago, sem modelos…

    • Celso Luiz F. Fernandes

      Oi Flávio,

      Este post acabou ficando um pouco desatualizado, já que os requerimentos para visto mudaram ano passado. Agora, inflelizmente não é mais possível usar o termo de responsabilidade do Brasil, já que os consulados não emitem mais este tipo de documento. Veja este post aqui http://www.batatolandia.de/novos-requerimentos-para-visto-na-alemanha/ Abraço!

      • Flávio

        Obrigado, Celso… Que pena isso. Eu ainda vou tentar a carta dos meus pais, com comprovante bancário de renda suficiente para isso. Vi um modelo similar num site da Universität Ulm. A questão é: nesse modelo, o banco confirmaria que meus pais tem o dinheiro necessário em “fundos”, o que pode significar todo o dinheiros de uma vez, e não apenas uma renda fixa mensal alta o suficiente. Mas vou tentar… Se não, veremos. Depois conto o que deu.
        Abraços!

        • Flávio

          Ah, tb acabei de achar em outra universidade, o seguinte:
          “Sie müssen nachweisen, dass Sie Ihren Aufenthalt in Deutschland aus eigenen Mitteln finanzieren können. Dazu benötigen Sie:
          ENTWEDER eine private Finanzierungsbestätigung (z.B. eine Garantieerklärung von Ihrer Familie oder Ihrer Bank), dass Ihr Deutschlandaufenthalt monatlich mit mindestens € 550,– finanziert werden kann,
          (…)”

          E no Deutsches Studentenwerk:

          “Prinzipiell möglich sind folgende Formen:

          Die Eltern legen entsprechende Einkommens- und Vermögensnachweise vor.
          (…)”

          Torçamos para que ainda funcione! :/

  • J Abreu

    Olá Celso. Muito obrigada pelo post.
    Sou portuguesa e estou no 4º ano de Medicina. Estava a pensar fazer Erasmus para o ano que vem contudo, estou com problemas em arranjar financiamento. Pelas minhas contas devo gastar pelo menos 600 euros por mês durante a minha estadia. O problema é que não posso contar com o dinheiro dos meus pais visto que eles não têm possibilidade de pagar este projecto. Sendo que passo grande parte do meu tempo no hospital, não tenho muito tempo livre pelo que vai ser muito complicado arranjar um emprego enquanto estou em aulas. O meu plano é tentar (e não há garantias!) arranjar um emprego durante o Verão e até lá juntar dinheiro suficiente para pagar 2 meses na Alemanha, de modo a ter tempo suficiente para arranjar um part-time lá.
    A minha questão é se sozinha, só com o part-time (assumindo que consigo arranjar um) me consigo sustentar sozinha. A nossa faculdade atribui bolsas de cerca de 300 euros/mês mas que só ficam disponiveis a partir de Dezembro- o ano lectivo começa em Outrubro- (e não há garantias que me seja atribuída uma)… começo a achar que este projecto é uma loucura…

    • Celso Luiz F. Fernandes

      Olá,

      Primeiramente obrigado por participar do site. Para poder dar uma resposta mais concreta sobre a facilidade de arrumar um part-time, eu precisaria saber para qual cidade você estará indo.

      Em geral, eu acho que não haverá grandes problemas para você achar empregos durante esta época de verão. Há muitos restaurantes, cafés, lojas e outras empresas que buscam mão-de-obra extra durante este período. Espere ganhar entre 7 – 15 EUR por hora dependendo da região e tipo de serviço que irá prestar.

      O fato de você ser Portuguesa irá ajudar, pois não terá grandes complicações com vistos ou permissões de trabalho. Não fique com medo e sempre tenha a sua passagem de volta para casa. O pior que poderá acontecer é que seus planos não irão dar tão certo, mas pelo menos voltarás para casa com experiência ganha.

      Procure também o pessoal do Erasmus na Alemanha. Explique a situação e pergunte se existe algum trabalho na Universidade ou hospital que você possa fazer para complementar a sua bolsa. Acredito que se for possível, eles irão te ajudar sim.

      Boa sorte e se tiver mais perguntas, pergunte.

      • J Abreu

        Obrigada pela resposta, Celso.
        As candidaturas abriram há pouco tempo e estou a pensar pôr como opções Munique, Berlim e Hamburgo. Quais é que são as perspectivas de emprego nestas cidades?

  • Henrique

    Olá Celso tudo bem como se chama esse visto gostaria de saber mais

  • Phillipe Knippel

    Fala Celso, beleza! Apesar do sobrenome não tenho dupla nacionalidade. Já tentei mas meu bisavô veio fugido da alemanha para o Brasil e não sabemos o nome verdadeiro dele, pois ao chegar aqui, mudou de nome para João. Enfim… Tenho um casal de amigos que estão indo morar na alemanha, fica mais fácil para mim ir cursar alguma faculdade na alemanha, tendo onde ficar? Eles devem preparar alguma declaração dizendo que tenho onde morar etc?

  • Átila Matos

    O visto para fazer o studienkolleg é o mesmo para faculdade? Posso trabalhar com ele?

    Abraços,

  • Juliana Klippel Kuster

    Sinceramente, foi o melhor esclarecimento que tive sobre o assunto! Vc mandou bem demais Celso! Obrigada pela ajuda e em breve nos veremos em terras alemãs! Aliás atualmente vc reside em qual cidade do norte?
    Beijão

  • Wellington

    Oi, primeiramente parabéns pelo ótimo trabalho que vem desempenhando !

    Meu caso é o seguinte, tenho muita vontade mesmo de estudar na Alemanha, aprender alemão e cursar uma graduação ou pós. Já estou pesquisando isso há muito tempo, porém fico com muitas dúvidas, principalmente na questão financeira. Sou formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e recentemente fui aprovado em uma Universidade Pública em São Paulo. Porém, ainda não desisti de ir morar na Alemanha. Uma das minhas dúvidas, é refente ao meu curso superior, que é Tecnólogo, ele é reconhecido na Alemanha ? e no caso de frequentar uma pós graduação ? No caso melhorando meu alemão, eu poderei solicitar um visto de trabalho e utilizar esse Diploma “Tecnólogo” , será aceito ?

Voltar para o topo ↑