Alemanha Alemaes e brasileiras

Publicado em 19 de agosto de 2014 | por Celso Luiz F. Fernandes

2

Alemanha vs. Brasil: Sorte no jogo e azar no amor?

Oi gente,

Hoje resolvi escrever sobre um assunto do qual eu não entendo absolutamente nada! Neste momento você deve estar se perguntando: Como assim?? Ohh xente…você é abestalhado, é? Acertei o pensamento? E o sotaque? Acertei também? 😛

Pois bem, ao escrever este post eu provavelmente irei cutucar um formigueiro com vara curta, porém é um assunto que traz centenas de internautas para este site. Eu não entendo exatamente o motivo pelo qual o Google decidiu que eu merecesse vossas visitas, porém já que aqui estão vamos a sua dúvida….ihh…é hoje que vou perder metade dos meus seguidores, hein??

Dito isto, gostaria de afirmar que eu não tenho absolutamente nada contra casais de Alemães e Brasileiras, seja ele do tipo qual for. Não tenho a intenção de ofender ninguém com esta matéria e estou apenas escrevendo o que estou vendo. Estamos entendidos? Então bora no balanço!!

Os Alemães gostam das Brasileiras?

De cara, a resposta é sim! Os Alemães gostam das Brasileiras. A final de contas, quem não gosta de uma mulher quente, exótica, fácil, solta e que de cara, traga uma bagagem impossível de se encontrar aqui na Alemanha.

A verdade é que a Alemanha é um país com um grande contingente de estrangeiros, porém muitas das mulheres estrangeiras aqui pertencem a culturas muçulmanas e orientais, que pregam muito mais tradição e conservadorismo. Ou seja, muitas das estrangeiras exóticas por aqui, ou estão se escondendo atrás de uma burca ou simplesmente não estão interessadas numa aventura de uma noite só.

A Brasileira (ou Latina) em modo geral, preenche, então, uma lacuna…um nicho…e acaba matando duas sedes com uma golada só: a curiosidade de se relacionar com alguém de uma cultura mais “quente” sem ter que lidar com tantas barreiras culturais ou conservadorismo exacerbado….uhmm…que gostoso.

Infelizmente a resposta para esta pergunta traz consigo tantas ramificações, poréns e entre tantos, que merece por si só um belo de um post. Então segura aí!

Relacionamentos de Brasileiras com Alemães

No Brasil, a maioria dos casais binacionais é, segundo o IBGE, formada por mulheres brasileiras casadas com homens de outra nacionalidade. Segundo o instituto, somente em 2009, 5.339 brasileiras disseram “sim” a seus pretendentes de fora do país, enquanto apenas 1.712 homens brasileiros se casaram com estrangeiras.

Estas estatísticas podem muito bem ser confirmadas quando vejo, nas estatísticas do site,  os termos buscados no Google. Raramente vejo alguém buscando “As Alemãs gostam dos Brasileiros?”, porém os “Os Alemães gostam das Brasileiras?” cai a balde.  Devido a este fato, irei resumir a falar apenas do caso homem Alemão-mulher Brasileira.

Casais com nacionalidades diferentes existem muitos. Somente na Alemanha, o Departamento Federal de Estatísticas estima que 1,4 milhão de pessoas mantenham um relacionamento amoroso com um estrangeiro. E, muito embora não existam números oficiais do número de teuto-brasileiros entre esses casais, os exemplos dessa mistura são expressivos.

Bom… agora você já sabe que existe, mas como vivem estes casais? É possível mesmo pessoas de culturas tão diferentes encontrarem, e mais importante ainda, manterem o amor?

Nos meus anos aqui na Alemanha, eu fui testemunha de uma série de relacionamentos entre Brasileiros e Alemães. Apenas uma vez, conheci um Brasileiro que mantinha um relacionamento com uma Alemã, porém os casos de Brasileiras com Alemães são numerosos. Na boa…eu já vi de tudo… Alemães velhos com meninas 20 anos mais novas, Brasileiras que não falam uma palavra de Alemão com Alemães que não falam uma palavra de Português e por aí vai. Alguns destes casos, são tão curiosos que eu me pergunto como é possível ??

Os casos são mais curiosos e sortidos do que uma caixa de bombom Garoto, mas quando eu olho para estes casais, tem sempre uma coisa que me chama atenção. O papel do homem (Alemão) e da mulher (Brasileira) parece estar completamente invertido!

Tipos de casais Alemães com Brasileiras

Eu sei que este capítulo irá doer, mas tentem manter uma mente aberta. Eu já passei tanto tempo na Alemanha, que peguei a mania de classificar tudo que vejo. Dito isto, preciso classificar estes casais também:

Casal Maridocard

Este casal é épico. Geralmente é composto de um Alemão bobão que veio passar férias no Brasil (muitas vezes no Nordeste) e acabou “agaranhando” um mulatão, hein? Ahhh que felicidade…que felicidade… Meses, semanas ou até dias depois, nosso Alemão garanhudo acaba trazendo sua bela Brasileira para terras mais nórdicas, aonde ela costuma fazê-lo de gato e sapato. Muitas aproveitam a situação de forma positiva para conseguir as oportunidades que não tinham no Brasil. Já vi muitas se esforçando realmente para aprender o idioma ou adquirir uma formação. Outras gostam apenas de, em todo sentido da palavra, gozar na situação. Quando o gozo acaba em casa, elas geralmente buscam em outra.

Casal Lindo Amor de Verão

Este é um tipo de casal também muito encontrado por aqui. Mais uma vez é composto de um Alemão (que pode ser bobão ou
não) e uma Brasileira, geralmente com condições financeiras menos privilegiadas. O que acontece é que os dois se conhecem durante as férias no Brasil e realmente se apaixonam. Bom..num mundo perfeito, a Brasileira veria apenas um homem de bom coração e o Alemão enxergaria apenas uma linda mulher interessante e potencial futura esposa. Mas… a gente sabe que de inicio não é bem assim. Cada um vê no outro, a satisfação de seus desejos materiais e carnais. Mais tarde, estes relacionamentos acabam se tornando verdadeiros e um companheirismo acaba brotando.

Casal Sophistication

Este casal é considerado um casal normal. Ele acaba surgindo quando um Alemão normal vai ao Brasil a trabalho ou estudo ou passeio e acaba realmente conhecendo uma pessoa legal. O relacionamento costuma levar mais tempo para firmar, devido ao fato da Brasileira quase sempre já ter a sua vida formada no Brasil ou ter responsabilidades e família que a impedem de ir batendo as pernas…desculpe…as asas para a Alemanha. Também acontece com Brasileiras que já estão no
exterior e acabam conhecendo seus namorados nesta situação.

Os Alemães conseguem segurar uma Brasileira?

Bom, agora que você já conhece os tipos de casal Alemão x Brasileira, tenho que dizer que apesar deles serem bem distintos, tem alguns pontos semelhantes que tenho observado em muitos destes diferentes casais.

No meu tempo aqui na Alemanha, fui testemunha de muitas Brasileiras que tiveram dificuldades extremas nos seus relacionamentos com Alemães. Em alguns casos, emprestei inclusive meu ombro para elas chorarem e em todos estes casos as reclamações eram as mesmas. Preparados? Chora!

Falta de criatividade e espontaneidade

Foram muitas as vezes que alguma Brasileira veio reclamar comigo da falta de iniciativa dos seus namorados Alemães. O problema parecer ser que eles fazem tudo sempre da mesma forma e com muito pouco sal. A mulher Brasileira acostumada com a imensa criatividade e espontaneidade da nossa cultura Tupiniquim, acaba tendo um troço quando o seu parceiro Alemão começa a estipular horários para tudo…até para transar.

Falta de iniciativa

Todas as meninas que reclamaram da falta de espontaneidade, reclamaram também da falta de iniciativa. Parece que os Alemães fazem muito pouco para manter o relacionamento interessante. Toda vez que o assunto O que vamos fazer este fim de semana? vem a tona, por exemplo, é sempre a Brasileira que tem que decidir ou desenvolver.

Falta de ciúme

Os Alemães costumam ser bem soltos com seus parceiros. Já perdi a conta de quantas vezes vi os caras aqui saindo para boate com seus parceiros, enquanto a namorada fica em casa. O oposto também acontece. A verdade é que boate aqui não se compara a pegação que rola no Brasil, porém muitas Brasileiras não entendem isso. Elas parecem ter dificuldades em se adaptar a esta nova liberdade. O macho Brasileiro é muito mais ciumento e gosta de ter rédea sobre sua égua….iiihhhhhhh…hhhhaaaaaa! Brincadeira gente. Mas é verdade…nós somos um povo muito mais possessivo uns com os outros. Por mais que a mulherada reclame do jeito machista do homem Brasileiro, quando a rédea afrouxa elas sentem a falta.

Comodismo

Para o Alemão é tudo muito bom…pegar uma mulézinha no exterior, trazer para a Alemanha e chamá-la de sua. É uma situação muito comoda para um lado e extremamente difícil para o outro. Afinal de contas, é a Brasileira que precisa deixar sua família, amigos, trabalho, cultura, casa e ainda por cima ter que aprender um novo idioma, uma nova cultura e se esforçar para ganhar o coração da nova família. Sem falar que muitas vezes, ela ainda corre o risco de ser ridicularizada pelos amigos e familiares do seu parceiro. Tudo porque eles não entendem a situação difícil em que ela se encontra. Na verdade, muitas vezes nem o Alemão entende e falha em tomar uma posição defensora contra tais gozações e críticas de seus amigos.

No jogo do amor, quem domina quem?

Ahh esta é mole… a verdade é que na maioria dos relacionamentos entre mulheres Brasileiras e homens Alemães é quase sempre certo que a mulher irá vestir as calças do relacionamento. Lógico que existe exceções a regra, porém este é o quadro que tenho observado muito mais frequentemente por aqui.

Na minha opinião, o motivo para isso é simples. A mulher Alemã se tornou tão impossivelmente independente que ela acabou castrando o homem Alemão. Isto é uma tendência muito visível em países mais desenvolvidos e que em breve estará chegando no Brasil também. Esta é,  na minha opinião, o grande motivo para o crescimento da homossexualidade entre homens nestas sociedades. Caminhando por São Francisco, nos EUA, eu tenho a impressão que o único homem que não é gay sou eu. Aqui na Alemanha não deve ser muito diferente, porém, como muitos Alemães tem medo (e outros até esperança) que o Hitler retorne, os homossexuais aqui acabam operando mais por baixo do radar.

Na verdade, quando você pergunta para um Alemão o porquê dele buscar uma estrangeira, muitos irão dizer:

  • Estrangeiras são mais interessantes.
  • São melhores de cama.
  • São mais femininas
  • São menos independentes

Então esta geração de Alemães que conheceu suas mulheres competindo com eles nas universidade e no escritório, acabam deixando a desejar na hora de tomar controle da situação. As Brasileiras, no entanto, acostumadas a receberem um sub-papel na sociedade machista do Brasil, acabam crescendo achando que precisam lutar para adquirir seu espaço e tornam-se fortes com isso. Quando elas chegam na Alemanha, levantam os pulsos e nada acontece, daí elas ficam entediadas.

O resultado é uma mulher de personalidade forte, com um Banana man, que na verdade espera que a mulher tome muitas iniciativas. Quando você leva em consideração que a maioria destas mulheres são nortistas ou nordestinas arretadas, daí já viu, né?

Enfim…conclusão a vista!

Bom…este post está ficando grande e está na hora de desaguar nos comentários. Resumindo, muitas mulheres Brasileiras pulam na oportunidade de conseguir um Alemão. A final de contas, Alemão é sinônimo de guerra, seriedade e força; porém no final, muitas acabam se surpreendendo com a situação “meia-bomba”.

O que vocês acham? Você casaria com um Alemão? E você que já é casada? O que tem a contar?

Beijokas.


Sobre o autor

é um brasileiro que foi morar na Alemanha em 2007. Numa manhã fria em Abril de 2008, ele estava entediado no sue apartamento aguardando uma decisão sobre seu visto de estudante. Sem ter muito o que fazer, ele resolveu iniciar um blog para escrever sobre os seus perrengues iniciais na Alemanha. O blog cresceu e virou BATATOLANDIA!



  • Fernanda

    Olá!
    Preciso de sua ajuda, sou divorciada, sem filhos, 40 anos, me mudei para Santa Catarina há cerca de 1 ano e meio, e agora que estou me estabelecendo aqui, decidi encontrar a minha nova tampa da panela. Porém, percebi muitas diferenças no homem local com os outros do país, como: sérios, trabalhadores, festeiros em sua cultura alemã, adoram cerveja, embutidos, comidas típicas, músicas em geral, são machistas, não gostam de mulheres independentes…e aí pega, sou muito independente, realizada, decidida…Como fazer para conquistar um homem desses, pois apesar de tudo isso, notei uma cumplicidade, educação, charme..inigualáveis…Pode me ajudar?!

  • krauz

    olá. eu sou brasileiro descendente de alemães e realmente tenho algumas das características que vc mencionou aí. por exemplo a questão de horários. na minha cidade parece que só eu tenho relógio. rsrsrsrs. pra mim além de tudo ter horário uma vez marcado deve ser respeitado kkkk.

Voltar para o topo ↑